Entrada Conferências

"A Cultura Alemã na perspectiva de Antero de Quental, Fernando Pessoa e Aquilino Ribeiro"

Events Calendar help
Flat View
See by year
Monthly View
See by month
Weekly View
See by week
Daily View
See Today
Categories
See by categories
Search
Search
"A Cultura Alemã na perspectiva de Antero de Quental, Fernando Pessoa e Aquilino Ribeiro"
Wednesday, 02 June 2010, 14:30
 
 

A Secretaria Regional de Educação e Cultura, através da Direcção Regional dos Assuntos Culturais (DRAC) e da Biblioteca de Culturas Estrangeiras, em parceria com o Centro de Competências Artes e Humanidades, Área de Estudos Alemães da Universidade da Madeira está a desenvolver o segundo ciclo de conferências do projecto «Encontros entre Culturas».

 

No âmbito do mesmo Projecto está agendado uma conferência intitulada "A cultura alemã na perspectiva de Antero de Quental, Fernando Pessoa e Aquilino Ribeiro", proferida pelo Professor Doutor Steffen Dix, investigador do Instituto de Ciências Sociais – Universidade de Lisboa, que terá lugar no dia 02 de Junho, pelas 14:30 horas na Sala do Senado da Universidade da Madeira, piso-2, Campus da Penteada.

 

A conferência será em língua portuguesa, e tem como objectivo divulgar a presença da cultura alemã e os seus relacionamento com a cultura de expressão portuguesa, focando nesta sessão três escritores portugueses, sendo dedicada a Alunos e Professores do Ensino Superior, Alunos e Professores do Ensino Secundário, a Jornalistas e a todo o público interessado.

 

Conteúdos da conferência:

 

Ao longo dos últimos séculos, Portugal recebeu tradicionalmente a maior parte das suas influências culturais de Inglaterra e França. Contudo, a terceira grande e mais importante influência cultural chegou da Alemanha, tendo em conta que alguns escritores portugueses, sobretudo no final do século XIX e no princípio do século XX, mostraram uma simpatia crescente perante a cultura, a literatura e o pensamento alemão. Neste grupo, alguns dos nomes mais conhecidos são Antero de Quental, Fernando Pessoa e Aquilino Ribeiro, embora os três tenham aproximações à Alemanha bastante diferentes.

 

Conquanto a relação de Pessoa com Alemanha seja bastante mais ambígua do que a de Antero, os dois mostraram geralmente uma afinidade muito existencial ou filosófica com a cultura alemã, o que se revela, por exemplo, na sua abordagem à figura literária de Fausto. Ao contrário desta inclinação existencial, Aquilino Ribeiro revela-se muito mais como observador atento da vida e da cultura quotidiana ou dos progressos técnicos na Alemanha.

 

Devido sobretudo às suas próprias viagens para Alemanha, a aproximação de Aquilino é muito mais material do que a de Antero e de Pessoa. Assim, o objectivo principal da palestra é uma breve apresentação comparativa da relação que os três mantiveram com a cultura alemã.

 

Dados sobre o Conferencista:

 

Doutor Steffen Dix

Instituto de Ciências Sociais – Universidade de Lisboa

Investigador

 

Nacionalidade alemã; estudou nas Universidades de Tübingen, de Berlim e na Universidade Católica de Lisboa. É doutorado em Ciência Comparada das Religiões e em Filosofia pela Universidade de Tübingen com uma dissertação sobre o neo-paganismo na obra de Fernando Pessoa. É investigador pós-doutoramento no Instituto de Ciências Sociais (Universidade de Lisboa) onde investiga a religião e a religiosidade em Portugal.

 

Nos seus actuais interesses de investigação salientam-se, especialmente, projectos sobre o catolicismo português (entendido como expressão sociocultural) e o recente pluralismo religioso nos centros urbanos de Portugal. As temáticas da pesquisa desenvolvida são, entre outras, o estudo das religiões entendido como uma disciplina científica; história e sociologia da religião; situação religiosa na Europa (com enfoque para o catolicismo português). Publicou sobre estas áreas científicas em várias revistas nacionais e internacionais.

 

Trabalha agora concretamente sobre a situação contemporânea da religião na sociedade portuguesa, ou seja sobre a relação entre catolicismo/igreja católica e secularização/modernidade. Para além disso desenvolve estudos sobre a crescente diversidade religiosa nos centros urbanos de Portugal, ou seja a interacção entre a sociedade portuguesa e minorias religiosas.

 

Um outro ponto principal das suas investigações é a obra de Fernando Pessoa. Para além de amplas traduções da obra deste modernista português já desenvolveu várias pesquisas (publicadas) sobre filosofia e fenómenos religiosos na obra pessoana. É autor e editor de vários estudos internacionais sobre o modernista português e tradutor de várias obras pessoanas das quais se destacam: Fernando Pessoa – Die Rückkehr der Götter (2006); Fernando Pessoa – Genie und Wahnsinn (2010), autor de: Heteronymie und Neopaganismus bei Fernando Pessoa (2005), e co-editor de: A Arca de Pessoa (2007).

 

Location : Sala do Senado da Universidade da Madeira, Piso - 2, Campus da Penteada

Back