Entrada Lista de Eventos

O Discurso Jornalístico na Imprensa Regional Madeirense no início do Séc. XX

Events Calendar help
Flat View
See by year
Monthly View
See by month
Weekly View
See by week
Daily View
See Today
Categories
See by categories
Search
Search
O Discurso Jornalístico na Imprensa Regional Madeirense no início do Séc. XX
Wednesday, 03 May 2017, 10:00


 
CONFERÊNCIA 
 
 
O DISCURSO JORNALÍSTICO NA IMPRENSA REGIONAL MADEIRENSE NO INÍCIO DO SÉC. XX - OPINIÃO E INFORMAÇÃO NA COBERTURA DOS BOMBARDEAMENTOS DO FUNCHAL DE 1916 E 1917 NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS E NO DIÁRIO DA MADEIRA
 

03 maio – 10h00 – Museu de Imprensa da Madeira (Câmara de Lobos)


O Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas da Universidade da Madeira (DLLC-UMa), em colaboração como o Museu de Imprensa da Madeira, vai comemorar o Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, que se assinala a 3 de maio, com uma conferência sobre o “Discurso Jornalístico na Imprensa Regional Madeirense no início do Séc. XX - opinião e informação na cobertura dos Bombardeamentos do Funchal de 1916 e 1917 no Diário de Notícias e no Diário da Madeira”.

A iniciativa, com entrada livre, vai decorrer no Museu de Imprensa da Madeira (Câmara de Lobos), a partir das 10h, e terá como orador o Prof. Doutor Samuel Mateus, do DLLC da Faculdade de Artes e Humanidades da UMa, e o Dr. Ricardo Miguel Oliveira, Diretor do Diário de Notícias (Madeira), será o moderador. 

Durante a I Guerra Mundial, e principalmente em 1916 e 1917, a Madeira experimentou um período de especial dependência do exterior em que a insegurança na navegação do Atlântico isolou ainda mais o arquipélago e aumentou as dificuldades de abastecimento. O Diário de Notícias (Madeira) e o Diário da Madeira, jornais de referência no panorama insular da época, desempenharam um papel fundamental não apenas informando o público dos ataques alemães, como também despoletando um acérrimo sentimento regionalista, incentivando a recuperação e criticando veementemente a atitude da Alemanha.

Começando por contextualizar a emergência da imprensa madeirense no séc. XIX e descrever sumariamente o acontecimento histórico, a conferência pretende analisar o tipo de cobertura jornalística dado aos Bombardeamentos do Funchal tendo por base uma perspetiva evolutiva da implementação do discurso jornalístico em Portugal, a partir de dois pilares: opinião e informação, e apresentar o estudo de caso efetuado, o qual nos dá a ver um jornalismo cujo discurso se caracteriza pela mistura de opinião e informação, dos juízos de um intelectual-jornalista e dos episódios objetivos do acontecimento, da reivindicação assumida nos textos dos interesses madeirenses e a descrição factual do ataque alemão à Madeira.

Location : Museu de Imprensa da Madeira (Câmara de Lobos)

Back