Entrada Conferências

Programa Formativo 'Em Legítima Defesa. Encontros com Poesia, Música e outras Artes na Madeira'

Calendário de Eventos help
Flat View
Ver por ano
Vista Mensal
Ver por mês
Weekly View
Ver por semana
Daily View
Ver Hoje
Categories
Ver por categorias
Search
Procurar
Programa Formativo 'Em Legítima Defesa. Encontros com Poesia, Música e outras Artes na Madeira'
De Sábado, 02 Abril 2016
Para Sábado, 07 Maio 2016
PROGRAMA FORMATIVO
 

EM LEGÍTIMA DEFESA. ENCONTROS COM POESIA, MÚSICA E OUTRAS ARTES NA MADEIRA


02 abril a 07 maio – Várias instituições culturais da região (Funchal e Calheta)
 
 
O Centro de Investigação em Estudos Regionais e Locais da Universidade da Madeira (UMa-CIERL) vai promover a 1.ª edição do programa formativo ‘Em Legítima Defesa. Encontros com Poesia, Música e outras Artes na Madeira’, que decorrerá entre 02 de abril e 07 de maio de 2016, em várias instituições culturais da região (Funchal e Calheta).

Este programa formativo insere-se no projeto ‘Tratuário. Percursos para a História da Cultura Madeirense’ e desenvolve-se no âmbito do programa de Formação Contínua do UMa-CIERL - Cursos Livres e de Pós-Graduação, Seminários e Workshops.
 
Tomando como objetos de estudo e de divulgação fenómenos poéticos pertencentes ao sistema cultural madeirense, manifestamente desconhecidos nas próprias ilhas e em contextos extra-insulares, esta 1.ª edição pretende estimular a reflexão quer sobre o sistema cultural madeirense, quer sobre o encontro da poesia insular com outras manifestações artísticas. Pretende também debater, entre outras, as seguintes questões: (1) Qual o papel atribuído à poesia (e com esta, a outras artes) nas sociedades contemporâneas e em particular que papel assumem a poesia e a arte no sistema cultural do arquipélago? (2) Até que ponto o estatuto marginal atribuído à poesia (e às artes) explicará ou até justificará a marginalização que lhe(s) tem sido conferida na contemporaneidade, marginalização essa que, no caso madeirense, parece agudizar-se, dada a sua pertença a um sistema cultural periférico? (3) Qual a legitimidade ética e quais as razões e consequências culturais, sociais e até políticas implícitas na marginalização da poesia no sistema cultural madeirense?  (4) Quem fala e o que diz do mundo e da Madeira, a poesia insular?

O programa formativo tem como públicos-alvo docentes do ensino básico e secundário, alunos e investigadores da UMa, técnicos superiores e profissionais ligados às áreas da cultura e do turismo, estando o mesmo em processo de validação pela DRE. 

A avaliação dos formandos docentes incidirá sobretudo na planificação de uma atividade ou conjunto de atividades curriculares ou extra-curriculares em que se promova a didatização de conteúdo ministrados ao longo da formação. Os formandos não docentes poderão optar por uma de duas modalidades de trabalho a avaliar: planificação de uma atividade cultural integrável na sua área profissional ou de formação ou um relatório crítico sobre as sessões da formação.

As inscrições têm uma taxa de 15,00€ e são formalizadas mediante o envio de um e-mail para  a coordenação do programa ( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ), até ao dia 02 de abril, com os seguintes dados: nome completo, número de telefone e e-mail, instituição/ empresa a que está associado(a) e um motivo que o/a leva à inscrição neste programa formativo. Esta 1.ª edição tem um limite de 25 vagas, 5 das quais reservadas para alunos e investigadores da UMa, que estão isentos da taxa de inscrição.

Ao longo dos vários dias do programa formativo vão ser abordados textos de António Aragão, Avelino F. Costa, Cabral do Nascimento, Herberto Helder, José Agostinho Baptista, José Sainz- Trueva, José Tolentino Mendonça, Manuel Gonçalves, Teresa Jardim, e áreas como a museologia, a música, a escultura, o património arquitetónico e o património popular de transmissão oral, entre outras.

As sessões vão integrar várias modalidades de trabalho, nomeadamente conferências por oradores convidados, cujo trabalho incidirá sobre a obra dos poetas selecionados e/ou sobre temas abordados por essa poesia; workshops com investigadores e/ou artistas; conversas com poetas, artistas ou instituições ligadas à cultura e às artes na Madeira; concertos de música; visitas a museus e instituições de caráter cultural e/ou social.

São várias as instituições regionais e outros projectos que apoiam este programa formativo, como, p. ex.: a Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura, através da Direção Regional da Cultura; a Secretaria Regional da Educação; a Câmara Municipal do Funchal; a Associação Académica da UMa; a Associação Musical e Cultural Xarabanda; o projeto PLACE; o IV Encontro Literário de Leitura em Voz Alta. LER COM AMOR – O CORPO E A PALAVRA.
 
 
Local : Várias instituições culturais da região (Funchal e Calheta)
Informação adicional: http://www4.uma.pt/cierl/?page_id=2429

Voltar