Entrada Histórico da Universidade da Madeira

Projeto Educativo, Científico e Cultural da Universidade da Madeira

E-mail Print PDF

A Universidade, que goza da liberdade de definição dos seus objectivos e programas de ensino e de investigação, é um centro de criação, transmissão, crítica e difusão da cultura, da ciência e da tecnologia ao serviço do Homem, com escrupuloso respeito por todos os seus direitos fundamentais.

(Artigo 2.º dos Estatutos da Universidade da Madeira)

Preâmbulo

Respeitando os princípios estabelecidos na missão da UMa e dando cumprimento ao artigo 40.º, alínea a), da Lei n.º 62/2007, de 10 de setembro (Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior), este documento de referência define as diretrizes do Projeto Educativo, Científico e Cultural (PECC) da UMa. O PECC é um conjunto de orientações que guiam a construção e a consolidação de uma comunidade educativa, científica e cultural mais dinâmica, com a participação ativa de toda a academia.

Educação

A UMa dispõe de uma formação de elevada qualidade, suportada por rigorosos mecanismos de garantia de qualidade, internos e externos, de forma a melhorar continuamente o desempenho de todos aqueles que se envolvem no processo ensino-aprendizagem. O plano educativo potencia a formação global dos alunos e o diálogo académico entre as diferentes áreas do conhecimento, orientando-os, numa perspectiva interdisciplinar, para o estudo, a análise, o saber e o indispensável espírito empreendedor, para poderem dar um contributo positivo à sociedade e facilitar a sua inserção no mercado de trabalho.

Oferta formativa

A oferta formativa da UMa está em permanente atualização, desenvolvimento e avaliação crítica e participativa da comunidade académica e da sociedade, representada particularmente no Observatório do Emprego e Formação Profissional, com o objetivo de assegurar a sua excelência e a adequação às oportunidades de exercício de atividade, garantindo, assim, o seu dinamismo, flexibilidade, oportunidade, coerência e pertinência.
Os planos de estudos constantes da oferta formativa são concebidos considerando os objetivos de formação a atingir, na procura de um equilíbrio entre a formação de base, as competências transversais e os conhecimentos e as competências específicos de determinadas áreas disciplinares, abrangendo a formação superior não graduada de curta duração (os Cursos Técnico Superiores Profissionais), a formação superior graduada (os 1.º ciclos de estudos) e pós-graduada (2.º e 3.º ciclos de estudos), para além de formação superior pós-graduada não conferente de grau.

Cursos técnicos superiores profissionais

Os Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP) estreitam, de forma concertada, a relação entre a UMa e o mercado Laboral, respondendo às necessidades dos alunos que pretendem prosseguir os seus estudos de ensino secundário enveredando por uma via mais vocacional, profissionalizante, e às necessidades de formação de profissionais, que elevam a sua formação adquirindo novas competências que potenciam um aumento da produtividade no contexto de trabalho, possibilitando, ainda, o prosseguimento de estudos ao nível do 1.º ciclo.
Deste modo os CTeSP configuram uma oferta formativa, que permite integrar a formação profissional de nível 4 e nível 5 do secundário e fazer a ligação com a oferta de nível 6, como são as licenciaturas.

1.ºs e 2.ºs Ciclos de Estudo

Os princípios expressos na declaração de Bolonha determinam uma integração harmoniosa dos diferentes ciclos de estudos, orientada para satisfazer objetivos académicos e profissionais, tornando-os assim mais atrativos, promovendo a mobilidade de alunos e de docentes dentro do Espaço Europeu de Ensino Superior. Os 1.ºs e 2.ºs ciclos de estudos da UMa proporcionam aos alunos diferentes alternativas e percursos de formação, respeitando os seus interesses e aptidões, mediante a oferta de diferentes opções que permitem a construção de distintos projetos de vida ou projetos profissionais.
Os 1.ºs ciclos de estudos fomentam uma formação de base sólida e de carácter global enquadrada nas diversas áreas do conhecimento. Os 2.ºs ciclos de estudos contribuem para a especialização dos percursos de formação, respondendo às expectativas, de natureza científica ou profissionalizante, dos licenciados, facultando a mobilidade entre distintas áreas do conhecimento.

3.ºs Ciclos de Estudo

Os 3.ºs ciclos de estudos têm como objetivo principal a formação avançada do aluno mediante a frequência e realização de um conjunto organizado de atividades formativas e de investigação. Os 3.ºs ciclos reforçam a interligação entre a formação e a investigação, instituindo a prática desta para avançar a fronteira do conhecimento na procura de respostas a questões fundamentais ou aplicadas da sociedade atual.

Outros cursos e projetos de formação

A UMa contribui para o reforço da cidadania ativa, da coesão social e da realização pessoal, no sentido da consolidação dos avanços nas diversas áreas do saber para transformar a sociedade atual numa verdadeira sociedade do conhecimento. Assim, temos também uma oferta direcionada para o público não tradicional, que inclui grupos com expectativas sociais, familiares, profissionais e académicas distintas das dos candidatos provenientes do ensino secundário. Estes cursos têm uma faceta mais imediatista, dando resposta às inúmeras solicitações individuais ou institucionais que consideram uma mais-valia a aprendizagem ao longo da vida e a atualização ou aquisição de novos conhecimentos e competências.

Prática pedagógica

A UMa adota criticamente novos métodos pedagógicos, didáticos e de avaliação, para responder às novas exigências na criação e consolidação de comunidades de ensino-aprendizagem que promovem o aumento progressivo da autonomia do aluno enquanto criador do seu próprio conhecimento. Além disso, a avaliação dos conhecimentos, competências, capacidades e atitudes dos alunos está rigorosamente ligada aos objetivos de formação, estando previstas vias de participação dos grupos de interesse para uma análise crítica dos resultados e a promoção de uma cultura de qualidade.
A UMa oferece ao corpo docente a possibilidade de participação em ações de formação, promovidas pelo Centro de Desenvolvimento Académico, criando um espaço para a apresentação de estratégias de ensino atuais e inovadoras, e proporcionado as condições para o exercício ótimo das funções docentes.

Investigação científica

A investigação na UMa tem como prioridade a expansão permanente e rigorosa da fronteira do conhecimento, baseada no estabelecimento e desenvolvimento de projetos, grupos, linhas e centros de investigação. Promovemos e fomentamos a colaboração dos grupos de investigação com a comunidade científica nacional e internacional, contribuindo assim para a resolução de problemas do mundo globalizado. A UMa promove a convergência da investigação e da docência, especialmente, nos seus 2.ºs e 3.ºs ciclos de estudos de todas as áreas de conhecimento, com base no rigor metodológico, na análise crítica, na profundidade argumentativa e na liberdade intelectual.

Cultura

A UMa tem um papel na projeção cultural da região onde se insere, assumindo-se como fator essencial para o desenvolvimento cultural, assente na promoção das tradições e do património e na consciencialização dos processos de globalização da cultura em contextos reais e virtuais. Um dos órgãos da UMa criados para a área, o Conselho de Cultura, contempla entre os objetivos estabelecidos na sua criação, o desenvolvimento da componente cultural da formação, mediante a realização de iniciativas para a promoção cultural da academia e da comunidade em geral. Inspirados numa noção alargada de cultura, a UMa pretende fomentar manifestações e criações culturais que assegurem a comunicação, o diálogo intercultural, a mobilização e a participação ativa de sectores diversificados da sociedade.